ESPÍRITO SANTO

JESUS CONVERSA COM NICODEMOS

NICODEMOS.

(João. 3: 1 à 21)

 

 

Nicodemos, mestre entre os fariseus, principal nos tribunais, para julgamentos entre setenta membros, homem de nome em Jerusalém.

Por causa da sua tradição; “MOSÁICA

Foi à noite, ver Jesus, (João. 12: 42). Contudo, muitos dentre as autoridades creram Nele. Mas por causa dos fariseus não confessavam a sua fé, pois tinham medo de serem expulsos da sua sinagoga. ( Sua religião, denominação).

 

RELIGIÃO DOS SADUCEUS.

Um partido judáico materialista, que negavam a ressurreição e a existência de anjos, espíritos. Eles também rejeitavam as tradições dos anciões (Mat.16: 6- 22: 23, 24-).

Eram, cegos espirituais, e corações endurecidos, amavam mais a glória dos homens, do que a glória de Deus (Isaías. 6:1). Viram os milagres feitos por Jesus e por isso creram.

 

RELIGIÃO DOS FARISEUS: Partido judáico que punha muita ênfase sobre a observância rituais e cerimoniais.

Pretendiam possuir uma piedade superior e se separavam das pessoas comuns.

Acreditavam na imortalidade da alma, na ressurreição do corpo, e na existência de anjos e espíritos. (Mat. 3:7- 15:1- 16:1- 19):

 

MATEUS: 16

 

RELIGIÃO DOS ESCRIBAS.

Homens de letras, (João 7.15), aos quais pertencia o estudo profissional da lei mosáica.

O desenvolvimento teórico da Lei para incluir novos casos.

Ensino gratuito dela aos seus discípulos (Lucas 2.46-Mateus 21.23).

A administração prática da Lei nos tribunais nos quais se assentavam como juízes ou como assessores. Era chamado de mestre (Rabi, Rabone, guia, pai) Mateus 8.19—23;7,9,10.

 

Nicodemos viu os milagres feitos por Jesus, e por isso creu, e disse a Jesus: Um homem faz estes milagres porque é vindo da parte de Deus.

Há rejeição de muitos, impedem de entrar no reino de Deus, não querem pagar o preço, preferindo ficar longe em segredo pra si mesmo, porque é por muitas tribulações que nos é necessário entrar neste reino (Atos. 14: 22).

Com sofrimentos, serão entregues a tribunais, excluídos das igrejas, separados dentre os irmãos, insultados, blasfemados e o que são do mundo terão ódio de vós: (Mat. 10: l7 à 39).

 

Jesus revela o seu Espírito, falando do novo nascimento, da Luz, revela o profundo, aquilo que estava escondido. (Rom. 11: 33) A profundidade das riquezas tanto da sabedoria como da ciência de Deus! Quão insondáveis os seus caminhos!

Os conhecimentos do homem são limitados por ser perigosos, por ser incapaz de entender a verdade, por causa da debilidade humana.(João 16: 12) Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora. Por causa da limitação terrena, a revelação de Deus é gradual, para dar oportunidade à fé.(I João.3: 2). Somente verão, os da fé. Porque sem fé é impossível ver a Deus. Jesus disse à Marta: Se creres verás a glória de Deus…ou melhor, se tiveres fé, verás a glória de Deus.

O Espírito da Palavra de Deus; é que nos dará os ensinamentos e conhecimento e discernimentos da nossa vida em Cristo Jesus.

Em verdade, em verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. A renúncia dos desejos carnais, o levantar dentre os mortos (Efésios 5:l5, 16).

Disse Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Por ventura pode voltar ao ventre de sua mãe?

Jesus respondeu: Na verdade, na verdade, te digo que aquele que não nascer de novo, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.

Não fique maravilhado se te disser: Necessário é nascer de novo. O vento sopra onde quer, e ouves a sua voz; mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito Santo.

Nicodemos não entendendo; respondeu, como pode ser isso…?

Jesus respondeu, e disse: Tu és mestre de Israel, e não sabes isto?

Na verdade, na verdade te digo que nós dizemos o que sabemos e testificamos o que vimos: e não aceita o nosso testemunho. Se eu te falar coisas terrestres; você não crê, se te falar das celestiais?

 

Ou melhor…Olha Nicodemos, os judeus têm um coração duro para crer, se eu te falar das coisas espirituais você não ira acreditar. Os judeus esperam o Messias para governar o mundo, mas eu não sou do mundo. Eu vim para dar uma nova esperança de vida eterna celestial.

A lei de Moisés estava cheia de preceitos de homens, e muito difícil de suportar. Doutrinas de homens, inventores de males, de regras, de não me toques, não me reles porque sou mais santo que tu etc…

 

E como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado. Para que todo que n’Ele crer, não pereça, mas tenha a vida eterna.

Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas que o mundo fosse salvo por Ele.

Quem crê n’Ele não é condenado; mas quem não crê no nome do Unigênito Filho de Deus, já está condenado (a falta de confiança no Mestre, era o empecilho de ver).

 

Jesus estava dizendo, eu vim para ser o Cordeiro Santo, e pôr fim ao sofrimento dos seres humanos…

Os sacrifícios de animais não pagam pecados, mas o meu sangue na cruz, vos dará vida eterna a todos. Creia em mim e terá vida em abundância. Bem-aventurados sereis.

Sereis livres das mãos do diabo, para seguir-Me, tome o meu fardo, não digo que será fácil, muitos obstáculos terão que enfrentar! Mas tendes bom ânimo, persevere até o fim e terá uma coroa de Justiça, por amor do meu nome.

 

Nicodemos é representante do povo judeu, religioso ao extremo, como se diz hoje: um povo fanático obstinado que leva tudo ao pé da letra, não tem misericórdia, amor ao próximo.

 

Teria que mudar sua doutrina, o modo de tratar o próximo, amar os seus irmãos, mesmo aqueles que se desviaram, chamados de samaritanos.(inimigos) dos judeus.(os gentílicos)

Seria um começo de uma nova geração. O povo de Israel, considerado “Santo”, não reconheceu o esperado Messias.

Mas um povo (samaritanos) gentílicos, pecadores separados de Deus fora os que creram!…Porque Jesus veio ser o salvador para com todos os pecadores, sem acepção.

Jesus é o perfeito sacrifício: O Cordeiro que tira o pecado do mundo, com o sangue derramado na cruz, faz a reconciliação entre os homens e a Deus. Dando novamente o direito de serem chamados de filhos de Deus.

 

 

Era preciso mudanças, purificar o templo, arrumar o altar caído, aquilo que foi construído pelas mãos dos homens. “Os preceitos, os rituais e a forma de adorar a Deus”.

Tudo o que os judeus e fariseus faziam, era apenas formas vazias, sem amor, apenas um ritual costumeiro, carnais ”Tradições” aparentemente .

Eram cegos, surdos espirituais, tinham as escrituras nas mãos, mas não sabiam interpretá-las.

Saber o que Deus desejava do seu povo, escolhido e separado pela suas próprias mãos. Era um povo de coração duro, incrédulo, cheio de preconceitos raciais, sem misericórdia para com os estrangeiros, que pervertia os direitos das viúvas e dos órfãos, e dos pobres e doentes. (Malaquias. 2).

 

Nicodemos era mestre das escrituras, um dos principais no templo de Jerusalém.

A figura dele: Representava os “Santos de Israel”. Povo escolhido, separado.

 

Em Tito. 3.5– a regeneração presente e atual na vida do crente que, encontrando Cristo, nasceu de novo.

Na língua grega: Paliggensia, isto é, novo nascimento, REGENERAÇÃO.

 

Não é o batismo das águas. Muitos tem confundido a regeneração com o batismo das águas. Ou em águas conforme a expressão usada no momento. O lavar regenerador do Espírito Santo, conforme determina o termo no original.

Na verdade, esse é o batismo que salva, e não o batismo sacramental.

O Evangelho de (João 3.1) fala do ato REGENERADOR.

Há uma purificação no ser humano, com a renovação da velha criatura, em que o indivíduo é expurgado do pecado, o que resulta na REGENERAÇÃO do ser, o novo nascimento.

Isso ocorre agora, e depois terá um sentido pleno. Agora, a REGENERAÇÃO é MORAL; e em seguida há REGENERAÇÃO METAFÍSICA; e ambas as coisas produzem o novo nascimento, quando, uma nova criatura nasce, a saber, o novo homem, feito segundo a imagem de Cristo, para que seja cidadão apto do mundo celestial, extremamente elevado.

Essa é a completa explicação sobre o novo nascimento. Assim sendo, o novo nascimento não consiste apenas da CONVERSÃO, conforme costumamos dizer. Antes, envolve tudo quanto ocorre na alma de um homem, até que penetre no novo mundo celestial como uma nova espécie de ser.

 

Jesus Cristo explica na passagem de NICODEMOS. (João 3.3).

Aquele que não nascer de novo, não poderá ver (não tem visão espiritual ainda permanece cego) . V/5 Não poderá entrar… (neste Reino)

1- Da mesma maneira que nasceu neste mundo terreno, na forma mortal, nascerá no mundo celestial (Espiritual) eterno, imortal.

 

2-Com efeito, a regeneração não é nada dessas coisas, conforme é usada nas passagens de Mateus.19.28. e Tito 3.5.

Mateus.19:28- E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.

Que abundantemente ele derramou sobre nós por Jesus Cristo nosso Salvador;

Tito- 3:5,6 Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo.

Que abundantemente ele derramou sobre nós por Jesus Cristo nosso Salvador.

 

REGENERAÇÃO: transformação moral e espiritual do crente, segundo a imagem de Cristo, de tal modo, a produzir um ser moral semelhante a Cristo, no fim do processo.

 

Na passagem de João 3, 3,5- a regeneração ou novo nascimento inclui tanto o aspecto moral como o aspecto metafísico, os quais são indicados, respectivamente, pelos termos regeneração e renovação, e em outros lugares. Nenhum sacramento pode conferir a um homem a natureza que existe em Cristo, ou a plenitude de Deus.

 

Efésios 3.19- Nenhum mérito humano pode conferir isso a quem quer que seja. Somente o Espírito Santo, mediante a sua transformação mística, pode fazer ocorrer essa obra admirável na alma humana.

 

 

UMA NOVA CRIATURA

 

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. (II Corintios. 5.17)

 

O substantivo: REGENERAÇÃO (Paliggensia) Em Tito 3.5-,refere-se à restauração, ou melhor, à transformação do homem salvo que de agora em diante entrou numa nova vida.

Essa significação refere-se à alteração que o Espírito Santo efetua.(o efeito).

Por exemplo, o vocábulo (gennão)- juntamente com (anõthen) (João 3.33,5) significa gerar ou nascer, sendo usado em João 1.13; 3 á 8 –I João 2.29 – 5:1,4,18, etc.

Em I Pedro1.3,23– a palavra (anagennão) que significa gerar de novo ou novo nascimento, é encontrada com sentido especial para a regeneração.

 

 

Em Romanos 1:2, Paulo diz: E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento…

 

Em Gálatas 6:15, novamente ele afirma: Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão nem a incircuncisão têm virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura.

 

Em Efésios 2.15-, Na sua carne (Cristo) desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois (judeus e gentios) um novo homem, fazendo a paz.

 

Portanto, a regeneração,em vários de seus elementos transformadores, toma como primeiro passo, o novo nascimento (João 3.5), toma como primeiro, pois através dele o homem pode vir a ser uma nova criatura criada segundo a imagem de Cristo, em “santificação”. (Romanos 8.29,30).

Feito isso, então ele está apto para ver e entrar no reino de Deus.

(Mateus 19.28). etc.

 

No Antigo Testamento, por exemplo, apesar da palavra regeneração não está explicitamente presente como Novo, contudo, a idéia se faz presente em vários contextos similares. Em Ezequiel, por exemplo, Deus conclama uma transformação radical para o homem, dizendo; E LHES DAREI UM SÓ CORAÇÃO, E UM ESPÍRITO NOVO POREI DENTRO DELES…(Ez. 11.19a- 18.31) e outros versículos similares.

 

Significado da REGENERAÇÃO.

 

Do lado divino de observação, a mudança de coração é chamada de REGENERAÇÃO, de novo nascimento; e do lado humano é chamada de CONVERSÃO.

 

Na REGENERAÇÃO; a alma é passiva; na CONVERSÃO; porém é ativa.

 

( João 3.5—10;10,28- I João 5;11,12) como a concessão de uma nova natureza (II Pedro 1.4) ou coração novo (Jeremias 24.7- Ezequiel 11;19—36;26) e a produção de uma nova criação (II Corintios 5.17).

 

As Escrituras apresentam a regeneração como uma obra de Deus; mas há numerosos meios e exigências envolvidos na experiência, que são apresentados da seguinte maneira:

 

Somos nascidos NÃO…da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus (João 1.13). Tiago diz SEGUNDO A SUA VONTADE, ELE NOS GEROU PELA PALAVRA DA VERDADE (Tiago 1.18).

 

 

  1. A morte e ressurreição de Cristo. Precisamos lembrar que o nascimento é concedido mediante a fé no Cristo crucificado (João 3.14-16) e que a ressurreição de Cristo está igualmente envolvida em nossa regeneração (I Pedro 1.3).

 

  1. Sendo de novo gerado, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus.(I Pedro 1.23a) O mesmo pensamento é expresso em João 3.5 e Tiago 1.18, respectivamente. De Efésios 5.26, aprendemos que a nossa purificação é relacionada à Palavra de Deus. E a passagem de João 15.3, expressa o significado do argumento. Isso não significa regeneração batismal, e sim, regeneração moral e metafísica.

 

  1. Porque ainda que tivésseis dez mil aios em Cristo não teríeis contudo muitos pais; porque eu pelo evangelho vos gerei em Jesus Cristo (Corintios 4.15- Gálatas 4.19).

 

  1. Pelo Espírito Santo, Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água (Palavra) e do Espírito (Espírito Santo), não pode entrar no reino de Deus. (João 3.5). E outros contextos similares.

 

 

 

NASCIMENTO- Deus o Pai é quem o gerou, e o crente é nascido de Deus (I João 5.1) nascido do Espírito (João 3.3,5,6), nascido do alto (tradução literal). Esse termo refere-se ao ato da graça criadora que faz do crente um filho de Deus (João 1.12,13 etc).

 

 

PURIFICAÇÃO- Deus nos salvou pela lavagem (literalmente, lavatório ou banho) da regeneração (Tito 3.5). A alma foi lavada completamente das imundícias da vida de outrora, recebendo novidade de vida, experiência simbolicamente expressa no ato de batismo (Ato 22.16). Por inferência é o que Pedro diz: Que também, como uma verdadeira figura, agora vos salva, batismo, não da consciência para com Deus…(I Pedro 3.21a)

 

 

VIVIFICAÇÃO-Somos salvos não somente pela lavagem da regeneração, mas também pela renovação do Espírito Santo (Cl. 3.10 e Tito 33.5). O Espírito de Deus é quem opera neste processo de vivificação do crente, como bem podemos desprender dos seguintes textos: Salmo 51.10—ll9.25,37,40,50,88,1149, 154,156,159—Romanos 12.2—Efésios 4.23,etc. A essência da regeneração é uma vida concedida por Deus Pai, mediante Jesus Cristo e pela operação do Espírito Santo.

 

 

CRIAÇÃO. Aquele que criou o homem no princípio e soprou em suas narinas o fôlego de vida, o recria novamente pela operação do Espírito Santo. O Espírito de Deus me fez, e a inspiração do Todo Poderoso me deu vida (Jó 33.4 – II Corintios 5.17 –Efésios 4.24). O resultado prático é uma transformação radical da pessoa em sua natureza e caráter das trevas para a luz do Senhor (I Pedro 2.9).

 

 

RESSURREIÇÃO- Isso é exemplificado em vários elementos doutrinários das Escrituras (Romanos 6.4,5.-Efésios 2.5,6.-Colossenses 2.12.—3.1).Como Deus no princípio vivificou o pó da terra inanimado e o fez vivo para o mundo físico (Gêneses 2.7). Assim Ele vivifica a alma em seus pecados perdoando-a deles e faz vida para as realidades do mundo espiritual.

Este ato de ressurreição espiritual (Colossenses 3.1) é simbolizado pelo batismo das águas. A regeneração é a grande mudança que Deus opera na alma quando a vivifica. Quando Deus levanta a alma da morte do pecado para a vida de justiça; então, a partir daí, a alma humana começa a desfrutar esta transformação espiritual.

A regeneração, é um ato sobrenatural da parte de Deus. Não é evolução, mas sim, elevação a outra potência- a comunicação de uma vida. É uma revolução- uma mudança de direção resultante dessa vida. É uma fase que tem em vista um processo. Passa a gerir, na vida do homem regenerado, um novo poder governante, mediante a qual este é capacitado a tornar-se santo em sua experiência. Os homens nascem de novo quando gerados por Deus mediante Sua Palavra. A soberania de Deus, nesse caso, se interpõe, algo é infundido.

Na salvação de cada pessoa há uma autêntica do poder, mediante o qual o pecador morto é vivificado; o pecador indisposto, o pecador recalcitrante e obstinado tem consciência abrandada, e aquele que anteriormente rejeitava a Deus e desprezava o oferecimento do Evangelho, é levado a lançar-se aos pés de Jesus; e ali, recebe uma transformação que, nenhuma outra força ou meio, jamais teriam capacidade para fazer!

Estudos Bíblicos Online

PATROCINADOR

05092011 05012012

Discussão

26 comentários para “JESUS CONVERSA COM NICODEMOS”

  1. Quero figuras relativas a esse texto

    Por Cor Maria | novembro 21, 2008, 17:21
  2. Certa vez lí,em algum lugar, algo que dizia à respeito das palavras de jesus. falava o seguinte:”RENASCER DE NOVO”. Lendo a biblia, só conseguir observar nascer de novo, será que pode me ajudar onde encontrar o “renascer de novo” muito obrigado, adorei o enunciado!!!!

    Por josé | janeiro 5, 2009, 23:32
  3. Gente muito bom este estudo, sugiro que coloquem outros de outros assuntos. Muito bom parabéns! Que Deus os abençoe.

    Por Patricia de Campos | julho 15, 2009, 21:08
  4. Excelente artigo. fundamentos sólidos na Palavra de Deus.

    Por VERA LUCIA PEREIRA DIAS | julho 16, 2009, 10:05
  5. Achei super interessate o assunto, isso leva a entendermos mais a teologia e sabermos diferenciarmos cada assunto tendo base, que a bíblia interpreta a própria bíblia.

    Por Ellen Raquel | julho 29, 2009, 19:19
  6. gostaria de saber o seguinte.
    já que nicodemos era principe então
    quem era seu pai,ou melhor qual sua decendencia.

    por favor não me deixe sem esta informação.

    desde já muito obrigado e a paz do senhor para todos .

    Por rogerio miranda | agosto 24, 2009, 0:44
  7. fiquei muito feliz com esse estudo

    Por marcos andre | outubro 5, 2009, 10:26
  8. obrigado me ajudou muito.

    Por maria elisa bortot soares | janeiro 13, 2010, 20:17
  9. envie este estudo para meu email

    Por GISLAYNE SOARES | janeiro 20, 2010, 12:45
  10. Gostei muito de tema,mas tenho uma duvida,gostaria de saber se Nicodemos era batizado nas águas.

    Por osmar madalena | fevereiro 7, 2010, 22:09
  11. Só para registrar que alguns termos bíblicos, em regra, (e boa regra de hermenêutica)não se toma pela sua forma literal.

    A palavra “príncipe” nesse caso não é principesco no sentido de realeza e sim, se refere a principal. Assim Nicodemos era um dos principais chefes dos Judeus (judaísmo, sinagoga, etc)

    Se eu pude contribuir…

    Paz e graça

    Por ebinho | junho 8, 2010, 18:12
  12. estudo nicodemos

    Por simone | novembro 17, 2010, 12:36
  13. bom para estudar

    Por adauto mendes da silva | dezembro 5, 2010, 14:21
  14. bom estudo até que enfim achei um estudo que realmente é conforme a palavra do novo nascimento,porque a grande maioria diz que o nascer da agua é o batismo nas aguas que não tem como ser por que está escrito quem crer e for batizado será salvo,ou seja o batismo é para crentes pessoas que já adotaram uma posição no reino de Deus como filho ele está exteriorizando um acontecimento que já aconteceu dentro dele o novo nascimento,o nascer da agua é na palavra de Deus.———————————————-

    Por ev.george | abril 26, 2011, 21:32
  15. gostaria de saber a idade de nicodemas quem éra sua familia e que decendencia ele éra
    por favor presizo desa enformaçâo

    Por carlos alexandre de souza | julho 1, 2011, 19:17
  16. Zu leia Deus vai falar com vc.

    Por rzulene | agosto 7, 2011, 21:15
  17. Deus vai falar com vc

    Por zulene | agosto 7, 2011, 21:15
  18. Muitio bom o estudo, me sinti edificado por ele, que Deus continue usando os irmãos poderosamente.

    Por Angelo G. de Lima | janeiro 26, 2012, 14:20
  19. Sr carlos alexandre de Souza, esqueceu de pedir o CPF e O Rg de Nicodemos.

    Por Euclydes Cruciti | março 12, 2012, 23:09
  20. OI TUDO BEM

    Por PAMELA | maio 3, 2012, 21:24
  21. como esta

    Por PAMELA | maio 3, 2012, 21:26
  22. o brigado por esclarecer a palavra do nosso senhor Jesus foi muito edificante esse estudo da palavra.

    Por abraao costa | junho 1, 2012, 13:03
  23. esse estudo é mesmo divino que escreveu verdadeiramente é de Deus e a palavra foi revelada dos ceus

    Por Deyse | outubro 22, 2012, 19:17
  24. foi muito bom este estudo aprendi muito,

    Por antonio nildo | dezembro 11, 2012, 15:54
  25. este é um assunto muito importante,para nós principaumente pra que não cré em jesus.

    Por jose roberto | abril 27, 2013, 23:56
  26. muito bom

    Por aparecida | maio 8, 2013, 11:02

Comente este artigo

Estudos no seu E-mail

Escreva seu e-mail:


Patrocinador

05092011 05012012

Patrocinador

05092011 05012012